Projeto Internet segura para crianças

A internet mudou a forma de comunicação. São diversas possibilidades de entretenimento, de serviços e de negócios. O valor da internet para a melhoria de vida da sociedade é inegável. Porém, a rede mundial de computadores também tem servido para a ação de criminosos. As denúncias envolvendo a internet cresceram no último ano. Para os pedófilos, a internet é uma ferramenta poderosa para seduzir crianças e adolescentes. Eles sabem falar a linguagem dos jovens, usam gírias, sabem os modismos.

Foi pensando em disseminar formas seguras de usar a internet, que a ECO Sistemas criou o projeto "Internet Segura nas Escolas", voltado crianças do ensino básico e médio de escolas públicas e particulares, com o objetivo de promover palestras. A iniciativa faz parte de um projeto maior de responsabilidade social da empresa - desenvolvido pela equipe da Gerência de Qualidade. Em 2010, foram distribuídas cartilhas com orientações, resultado de uma parceria da ECO com a SaferNet Brasil - uma associação civil sem fins lucrativos, criada em 2005, e que conta com a colaboração de cientistas da computação, advogados e professores no combate aos crimes virtuais.

Como denunciar?

O Brasil tem cerca de 66 milhões de pessoas com acesso à internet. Esse contingente vai crescer, inclusive com o incentivo dos Governos para a inclusão digital. Dos 26 estados e o Distrito Federal, apenas sete contam com delegacias especializadas nesse tipo de crime. O Rio de Janeiro é um deles. "Acredito que todas as delegacias terão que se adaptar a essa nova realidade", avaliou Helen Sardenberg, titular da delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio de Janeiro (DRCI). A delegada afirma que, hoje, registros de e-mails servem como provas para a polícia. Ela ressalta, também, que os pais devem avaliar o grau de maturidade dos filhos para certas plataformas da internet. "Os pais precisam entender que uma criança sozinha no computador é como se estivesse sozinha na rua. Ela vai conversar com estranhos e ter acesso a qualquer tipo de conteúdo". Pela SaferNet também é possível denunciar crimes envolvendo a rede mundial de computadores por meio da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos. Conheça os sites: www.denunciar.org.br ou www.safernet.org.br.